Considerações acerca do Divórcio / Dissolução de união estável

Existem várias formas de oficializar o fim de relação amorosa, seja casamento, seja união estável.

Constatada a impossibilidade de continuarem juntos, o melhor a fazer é se informar acerca quais são os seus direitos, quais são os direitos do parceiro ou parceira, quais os direitos dos filhos em comum, enfim, qual a situação atual do casal, inclusive é importante também avaliar a situação financeira do casal e quais as possibilidades jurídicas a serem observadas com o objetivo de escolher o melhor caminho a seguir.

Importante destacar que este texto também é válido para uniões uniões homoafetivas.

Primeiro ponto a ser observado é se há consenso quanto a separação, se ambos estão de acordo em terminar, finalizar a união.

 Se ambos estiverem de acordo, o segundo ponto a ser observado é se o casal possui filhos com idade menor que 18 anos.

Se o casal não possuir filhos menores, deve ser observado se existem bens a serem partilhados.

O casal casado oficialmente ou que vive em união estável, sem filhos e sem bens a serem partilhados, que concordam em se separar, podem optar pelo divórcio extrajudicial realizado em cartório. 

 

Para mais informações entre em contato por telefone ou whatsapp ou preencha o formulário

left show tsN fwR uppercase b01n bsd|left tsN fwR uppercase b01ns bsd|left show fwR uppercase b01ns bsd|bnull|||news uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|news login fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||